• Fabiana de Luna

Viajando com o diabetes


Você acha difícil viajar tendo diabetes?

Realmente, é tanta "Tralha" que temos que levar mesmo que para passar apenas um dia fora de casa... mas com PLANEJAMENTO e ORGANIZAÇÃO é possível sair de casa com toda a segurança, sem passar apuros!

Sair de casa é sempre uma "Logística"! Seja pra ir ao cinema, seja para uma viagem, temos SEMPRE que pensar em nossos medicamentos, insumos e lanches! Já viu algum diabético sair sem nenhuma mochilinha ou bolsinha nas mãos? Quase I-M-P-O-S-S-Í-V-E-L!!!!!

​ Então, pra ajudar, vai uma listinha de coisas pra nunca se esquecer antes de um passeio ou viagem! =) [BOMBA DE INSULINA] - conjunto de infusão (cateter e cânula) - reservatórios de insulina - kit pilhas e tampinhas, para a bomba e para o glicosímetro - sensores - aplicador de cânula [INSULINA E MEDICAMENTOS] - bolsa térmica com gelo (ou gelo descartável) - insulinas - insulina basal extra, caso a bomba dê defeito - swabs de álcool 70% - caneta e agulhas, ou seringas - sachês de glicose - outros medicamentos

[MEDIDOR DE GLICEMIA] - lancetas - lancetador - fitas reagentes para teste - glicosímetro - sensores [DOCUMENTOS] - Carteira de identidade / Passaporte - relatório médico, descrevendo tudo o que se está carregando (se for para outro país, uma cópia em inglês) - Receitas médicas de todos os medicamentos - Carteira de identificação com nome e telefone do médico e um membro da família

[SUPER DICAS] 1) Especialmente em viagens de avião, levar tudo em dobro, em diferentes malas, para o caso de extravio (não podemos ficar sem insumos, e nem sempre é fácil conseguir em outra cidade ou país) 2) Se a viagem for internacional, carregar também receitas e relatório médico em inglês 3) Carregue as insulinas sempre na bagagem de mão, pra não congelar no compartimento de malas do avião. Tenha sempre todos os insumos na bagagem de mão, para evitar danos, extravio... 4) Verifique sempre as condições do gelo da bolsa térmica (Longas viagens talvez seja preciso repor o gelo utilizado). Eu utilizo bolsas térmicas resistentes, aquelas que são mais grossas, com camada de espuma... elas seguram mais a temperatura e não deixam o gelo derreter muito rápido. Chegam a conservar por até 20h a temperatura fria! 5) Verifique a validade dos produtos, especialmente das fitas reagentes e da insulina. 6) Um lanchinho extra e sachês de glicose, em caso de hipoglicemia durante a viagem...

7) em viagens longas de avião é possível solicitar a dieta para diabéticos... normalmente as refeições são low carb, além de ser servido antes dos outros passageiros (prioridade)

8) Estude o país e as leis de saúde antes de viajar. Muitos países não é possível a compra de medicamentos sem receita médica local, ou o preço é exorbitante. Melhor se planejar e levar tudo o que é necessário.

9) Nunca retirar a bomba de insulina do corpo. A bomba não pode ir para o aparelho de Raio X... risco de danos e contaminação. Se o Raio X for do corpo inteiro, recuse a entrar e solicite a revista manual. Você tem direito à revista manual, por mais incômodo que seja.. não coloque a vida da sua bomba de insulina em risco!!!!

10) Se não sabe como será a chegada ao destino, leve lanchinhos e sachês de glicose para se prevenir até a chegada no destino final. O seguro morreu de velho!

11) Faça seguro de saúde, Tenha o número do seguro e contato sempre em mãos. Nunca sabemos quando teremos uma emergência, então, é melhor garantir uma viagem tranquila, principalmente para os bolsos no caso de uma eventualidade.

12) Procure saber sobre a culinária típida do país, e estude a tabela de carboidrados com antecedência. Em restaurantes maiores normalmente disponibilizam a tabela nutricional dos pratos. Você pode pedir para verificar a quantidade de carboidratos dos pratos!

13) Leve pulseira e/ou cartão de identificação. Eles podem salvar a sua vida!

14) Se a viagem for longa, leve um glicosímetro e pilhas extras. Nem sempre o país estrangeiro tem os mesmos produtos para venda no mercado, e corremos o risco de ter que desembolsar muito dinheiro para comprar um novo glicosímetro e fitas específicas. Ufa.... E torcer pra ninguém do aeroporto implicar com o tanto de agulhas e essa coisa toda que você TEM que carregar.

Já viajei para muitos lugares, e nunca tive problema.

Algumas vezes fazem perguntas, e tento sempre ser clara e objetiva... tenho diabetes tipo 1, sou insulino-dependente e preciso manter meus medicamentos e insumos comigo.

Bom... com atenção, cuidado e planejamento, tudo dá certo! Aproveite a sua viagem, seja feliz!!!!!!! #DM1 #glicose #contagemdecarboidrato #CHO#glicemia #A1c #HbA1c #T1D #soudiabetica#soudoce #DiabetesMellitusTipo1#diabetesmellitustype1 #insulinpump#bombadeinfusao #DiabetesJuvenil #hipoglicemia#endocrinologia #açúcarnosangue #diet #health#saudavel #autoimmunedisease #doencaautoimune

#viagem #diabetes #diabetestipo1

262 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo